Formação

Novena preparatória para a Festa de Pentecostes

Início: 26 de maio Veni Creator Spíritus, mentes tuórum visita, imple supérna gratia, quae tu creásti péctora. Qui diceris Paráclitus, altíssimi donum Dei, fons vivus, ignis, cáritas, et spiritális unctio. Tu septifórmis múnere, dígitus paternae déxterae, tu rite promíssum Patris, sermóne ditans gúttura. Accénde lumen sénsibus; infunde amórem córdibus, infírma nostri córporis virtúte firmans pérpeti. Hostem repéllas lóngius, pacémque dones prótinus; ductóre sic te praevio vitemus omne noxium. Per te sciámus da Patrem, noscamus atque Filium; teque utriúsque Spíritum credamus omni témpore. Deo Patri sit glória, et Fillio, qui a mórtuis surréxit, ac Paráclito, in saeculórum saecula. Amem. V: Emítte Spíritum tuum, et creabúntur. R: Et renovábis fáciem terrae. Oremus. Deus qui corda fidélium Sancti Spíritus illustratióne docuísti: da nobis in eódem Spíritu recta sápere; et de ejus semper consolatióne gaudére. Per Christum dominum nostrum. Amém. *   *   * Vinde, Espírito Criador, visitai as almas dos Vossos, enchei…

O Cordão de São José

A principal graça associada ao uso do Cordão de São José é a de conservar a castidade, sendo uma arma muito eficaz contra o demônio da impureza. Além disso, os devotos de São José recebem por sua intercessão outras muitas graças para o corpo e para a alma. Devido à sua comprovada eficácia contra os males corporais, espirituais e morais, a Santa Sé autorizou a devoção do Cordão de São José. Em setembro de 1859, a pedido do Bispo de Verona, a Sagrada Congregação dos Ritos aprovou a fórmula da bênção do Cordão de São José. O Cordão de São José deve ser confeccionado com linho ou algodão bem alvejado. A brancura desses materiais nos hão de indicar a candura e a virginal pureza de São José, castíssimo esposo da Virgem Maria, Mãe de Deus. Numa das extremidades, o Cordão tem Sete nós que representam as sete tristezas e as sete alegrias do Glorioso São José:…

Exames práticos para sacerdotes

Baseado no livro “Ejercicios anuales – para uso de sacerdotes, religiosos y seglares selectos, Pe. Pedro Pallas, S.J., Editorial Sal Terrae, Santander, 1961, pp. 567-593”. Estes exames práticos, divididos em 26 pontos, serão publicados por partes. Eles não incluem unicamente questões que toquem em matéria de pecado, mas algumas dizem respeito à perfeição de vida que os sacerdotes devem levar. Sem dúvida, serão úteis, em muitas coisas, também aos leigos. 1. Minha missa Quando vou rezar missa, vou com a ideia de que realizo a ação mais agradável a Deus e mais proveitosa para o gênero humano?  ― Me considero “alter Christus” e tenho presente os quatro fins da Santa Missa: latrêutico (dar culto), eucarístico (dar graças), satisfatório (reparar), impetratório (pedir novas graças)? ― Recordo expressamente as intenções às quais estou obrigado por espórtula? Procuro, na minha atitude interior, ver-me como representante dos homens diante de Deus, e não como…

Navigate